Eu lembro desse jogo: Liverpool x Arsenal (1989)

Thomas chuta para marcar o segundo gol do Arsenal!

Thomas chuta para marcar o segundo gol do Arsenal!

Esse jogo eu lembro, mas não vi… Pelo menos não vi no dia, assisti muitos anos depois pesquisando nas redes. No dia vi apenas os gols no noticiário da TV. O suficiente para me deixar impressionado com o desfecho do campeonato inglês.

Última rodada do Campeonato Inglês da temporada 88/89. Quando esse torneio era chamado só de Campeonato Inglês na TV aqui do Brasil, ainda não existia Premier League… O jogo era Liverpool x Arsenal. Em Anfield Road. No tempo em que os gramados ingleses não pareciam tapetes e sempre tinha um enorme espaço sem grama e cheio de terra na frente dos goleiros. Eu gostava muito daquela espécie de futebol que se jogava na Inglaterra, quando os clubes em sua maioria era formado por atletas… britânicos!

Hoje seus clubes são quase todos formados por estrangeiros e a seleção local não consegue formar um time pra para passar da primeira fase da Copa do Mundo. Coincidência?

O time londrino não conquistava o título desde o que ficou conhecido como o “Boring Arsenal”, devido à grande quantidade de partidas vencidas pelo placar simples de 1 a 0, na temporada 70/71.

O Liverpool era o atual campeão inglês e bi-campeão da Copa da Inglaterra. Jogava em casa e podia perder até por um gol de diferença. O Arsenal entrava em campo com o peso dos anos sem conquistar o título e precisando ganhar por 2 gols de diferença.

A vitória já valia 3 pontos por lá. Novidade implementada mundialmente apenas em 1994. O Liverpool tinha 76, o Arsenal 73. Ou seja, se o Arsenal vencesse, empatavam em pontos. O time de Londres precisava vencer por dois gols de diferença, pois nesse caso empatariam em pontos, em saldo de gols, mas levaria a taça por mais gols feitos.

O primeiro tempo terminou 0 x 0. E tudo indicava que o Liverpool conquistaria o “double” pela segunda vez consecutiva. (double = ganhar a Copa da Inglaterra e o Campeonato Inglês no mesmo ano. O feito ainda é inédito no Brasil até porque nossos torneios nacionais são jovens e por muito tempo quem ia para a Libertadores não jogava a Copa do Brasil)

Mas logo aos 7 minutos do segundo tempo, Allan Smith de cabeça fez 1 a 0 para os gunners. O Arsenal estava na frente, mas a taça ainda era do Liverpool.

Aos quarenta e cinco minutos de jogo a bola estava com o craque do Liverpool e da seleção local, John Barnes. Com bom controle de bola ele leva até a linha de fundo e tenta invadir a área do Arsenal driblando. Mas é desarmado.

O goleiro Lukic começa a jogada e após rápida troca de passes alguns segundos depois o meio-campista Michael Thomas sai sozinho no meio da zaga do Liverpool, tenta dar um chapéu que dá errado, a bola rebate no zagueiro e volta aos seus pés. Na cara do gol.

Um dos momentos mais emocionantes do futebol inglês, Thomas dá um toque sútil para marcar o gol do título do Arsenal. Comemora de forma descontrolada. É impressionante também a explosão por parte dos torcedores da equipe de Londres.

Vale a pena assistir ao gol, com narração original da TV inglesa:

É o tipo de momento do futebol que não vou me cansar nunca de assistir. O gol de Thomas em Anfield Road.

A partida marcou um ponto de virada para o futebol inglês que na época tinha poucas partidas transmitidas na TV, o jogo foi exibido ao vivo e o final histórico fez com que o interesse por jogos televisionados voltasse a crescer para os ingleses.

Abaixo uma pequena reportagem sobre o jogo entrevistados alguns dos jogadores…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s