Iugoslávia nos mundiais de futebol

Quem acompanhou a Copa do Mundo de 2014 assistiu a estreia da seleção da Bósnia-Herzegovina e viu a primeira partida da seleção brasileira contra a Croácia. Porém os jogadores de futebol desses novos países, de gerações anteriores, disputavam o mundial com outra camisa, a da seleção da Iugoslávia. As duas seleções, Bósnia e Croácia faziam parte da Iugoslávia ao lado de Sérvia, Montenegro, Eslovênia e Macedônia.

Neste texto tratamos do país enquanto República Socialista Federativa da Iugoslávia, período que vai de 1945 até 1992.

Símbolo da seleção da Iugoslávia.

Símbolo da seleção de futebol da Iugoslávia.

Enquanto República Socialista, a Iugoslávia disputou sete Copas do Mundo*, é sobre essas participações que vamos falar…

A estreia da Iugoslávia socialista no Mundial de 50 e as derrotas frente à Alemanha Ocidental

Após 12 anos sem Copa do Mundo, em virtude da Segunda Guerra Mundial, o torneio voltou a ser organizado em 1950 no Brasil. A seleção iugoslava caiu na mesma chave dos anfitriões brasileiros, e, como só uma seleção por grupo passava para a fase final, os brasileiros acabaram eliminando a seleção do Leste Europeu.

A primeira partida da Iugoslávia socialista em mundiais aconteceu no estádio Independência, em Belo Horizonte, quando venceu a Suíça por 3 a 0 no dia 25 de junho de 1950.

Goleiro da Iugoslávia durante a partida contra a Suiça em Belo Horizonte.

Goleiro da Iugoslávia durante a partida contra a Suiça na Copa de 1950, em Belo Horizonte.

Quatro anos depois, na Copa do Mundo de 1954, disputada na Suíça, os iugoslavos fizeram uma boa primeira fase, garantindo-se (garantindo uma vaga) nas quartas de final após um empate por 1 a 1 contra o Brasil. Na fase seguinte acabaram eliminados pela Alemanha Ocidental, futura campeã do mundo naquela ocasião.

O mesmo cenário se repetiu na Suécia, em 1958. Após uma boa primeira fase dos iugoslavos lá estavam de novo os alemães nas quartas de final para despachar novamente os iugoslavos para casa.

1962, a melhor participação iugoslava em Mundiais

No Mundial do Chile, em 1962, os iugoslavos fizeram sua melhor campanha na história das Copas. Após classificarem-se novamente para as quartas de final, quis o destino que os alemães aparecessem pela frente pela terceira vez consecutiva. Mas, dessa vez, os iugoslavos deram o troco, e com uma vitória de 1 a 0 passaram para as semifinais.

Seleção iugoslava na Copa de 62

Seleção iugoslava na Copa de 62

No entanto, nas semifinais, a Tchecoslováquia bateu a Iugoslávia por 3 a 1 e fez a grande final contra o Brasil. Na decisão do terceiro lugar, contra o Chile, uma nova derrota deixou os iugoslavos com a quarta posição da Copa. Além da boa colocação obtida, os iugoslavos ainda tiveram um dos artilheiros da competição, Dražan Jerković, de origem croata, com 4 gols marcados.

O retorno aos Mundiais em 1974 e a despedida contra a Argentina de Maradona

Após alguns mundiais sem conseguir a classificação, os iugoslavos voltaram a disputar o Mundial em 1974. Depois de uma boa primeira fase, classificando-se em primeiro lugar em um grupo que contava também com o Brasil, a seleção não foi bem na segunda fase e acabou eliminada. O destaque em 1974 ficou por conta da goleada em cima do Zaire por 9 a 0.

Em 1982, na Espanha, a Iugoslávia foi eliminada na primeira fase em um grupo muito equilibrado.

A última vez que os iugoslavos, enquanto regime socialista,disputaram um Mundial, foi em 1990, na Itália. Naquela ocasião a forte seleção iugoslava avançou até as quartas de final. Mas, no caminho, estava a Argentina de Maradona e Caniggia. Após um 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação a partida foi para os pênaltis. Foi então que a estrela do goleiro argentino Goycochea brilhou. Duas defesas garantiram a presença do país sul-americano nas semifinais, mesmo com o craque Maradona desperdiçando sua cobrança.

1990, última participação da República Socialista Federativa da Iugoslávia em uma Copa do Mundo

1990, última participação da República Socialista Federativa da Iugoslávia em uma Copa do Mundo

Dessa forma emocionante terminava a participação da República Socialista Federativa da Iugoslávia na história das Copas do Mundo de futebol. Ainda deu tempo de Robert Prosinečki, nascido na Alemanha, mas filho de croatas, ser eleito como o melhor jovem atleta da competição.

Após a desintegração do país, Eslovênia e Croácia fizeram boas campanhas nos mundiais de 2010 e 1998, respectivamente.

 

*No total, a Iugoslávia contabiliza 9 participações, porém, na primeira participação em 1930, quando terminou entre as quatro melhores, o país ainda vivia sob o regime monárquico – período interrompido entre 1941 e 1945, quando ressurgiu como República Socialista Federativa da Iugoslávia até sua dissolução em 1992. Em 1998, na sua nona participação com o nome Iugoslávia, a República Socialista já tinha se desfeito, e a seleção era composta basicamente por atletas sérvios e montenegrinos.

Anúncios

Um comentário sobre “Iugoslávia nos mundiais de futebol

  1. Pingback: Futebol nos países socialistas do leste europeu no século XX: sucesso em segredo - Cenas Lamentáveis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s